Normal view MARC view ISBD view

Serviço social com famílias / coord. Maria Irene de Carvalho

Secondary Author: Carvalho, Maria Irene de Publication: Lisboa : Pactor, 2015 Description: XXI, 338 p.ISBN: 978-989-693-047-9Topical name: Serviço social | Famílias | Crianças | Jovens | Homossexuais | Escola | Famílias imigrantes | Idosos | Contexto hospitalar CDU: 364 List(s) this item appears in: Serviço social
Tags from this library: No tags from this library for this title. Add tag(s)
Log in to add tags.
    average rating: 0.0 (0 votes)
Item type Location Call number Status Date due Barcode Course reserves
Monografia
Biblioteca IPBeja
364/SER (Browse shelf) Available 45735

Serviço Social Optativa I – Intervenção em Serviço Social - Pessoas Idosas 2º Ano / 1º Semestre


Índice
Os Autores, p. XIII
Prefácio, p. XIII
Apresentação, p. XIX

Capítulo 1, p.1
Intervenção com Famílias numa Óptica Sistémica
Introdução, p. 1
Família ou famílias?, p. 2
A visão do Serviço Social em relação à família, p. 3
A construção de projetos de intervenção com a família, p. 7
Algumas tipologias de intervenção, p. 11
Intervenções de facilitação, p. 11
Intervenções de apoio, p. 12
Apoio económico, p. 12
Apoio ao domicílio, p. 14
Apoio ao domicílio com fins educativos, p. 14
Intervenções de mediação, p. 16
Intervenções de controlo e tutela, p. 17
Intervenções terapêuticas, p. 20
Intervenção num contexto de aconselhamento, p. 20
Intervenção de aconselhamento psicossocial noutros contextos, p. 21
Referências, p. 22
Capítulo 2, p. 25
Intervenção com Crianças e suas Famílias: Qual a Melhor Estratégia?
Introdução, p. 25
Teorias de intervenção familiar, p. 26
Teoria geral dos sistemas, p. 26
Teoria do ciclo vital, p. 27
Modelo ecológico, p. 27
Modelo de intervenção Integrate Target – Across Time, p. 29
Teorias de gestão de stress, p. 31
Modelo ABCX-duplo, p. 32
Modelo da resposta de ajustamento e adaptação familiar (FAAR), p. 32
Mediação familiar, p. 33
Mediação sistémica, p. 34
Modelo transdisciplinar, p. 35
Um olhar do Serviço Social na intervenção sistémica: estudo de caso, p. 35
Reflexão sobre a intervenção, p. 38
Considerações finais, p. 40
Referências, p. 41
Capítulo 3, p. 43
Intervenção Terapêutica Sistémica com Famílias de Baixos Recursos:
Algumas Pequenas Histórias
Introdução, p. 43
Pequena história da construção do projecto, p. 45
Para memória futura, p. 47
Desenvolvimento: como nos organizámos, p. 48
O projeto em marcha, p. 49
O processo terapêutico, p. 52
Pequenas histórias das famílias, p. 53
Crianças/jovens em risco, e os seus pais também, p. 54
Crianças “sem chão”, p. 57
Meninas adolescentes e as suas mães sozinhas, p. 60
“Feios, porcos e maus”... ou talvez não, p. 63
Famílias felizes com problemas, p. 68
Reflexões a propósito de terapia de casal, p. 72
Considerações finais, p. 75
Pequena história de como nos tornámos terapeutas familiares, p. 75
Os projetos que acabam, p. 77
Referências, p. 79

Capítulo 4, p. 81
Intervenção do Serviço Social com Indivíduos e Famílias
Introdução, p. 81
Do case work à intervenção psicossocial, p. 81
Crítica ao case work e tendências atuais da intervenção individualizada, p. 86
A intervenção psicossocial em Serviço Social, p. 89
A relação de ajuda em Serviço Social, p. 91
Princípios da relação de ajuda, p. 94
Principais competências requeridas aos profissionais para a construção de uma
relação de ajuda, p. 96
Técnicas para o desenvolvimento de uma relação de ajuda: a entrevista, p. 98
Tipos de entrevistas, p. 100
Instrumentos da intervenção individualizada/psicossocial, p. 102
Considerações finais, p. 107
Referências, p. 107

Capítulo 5, p. 109
A Visita Domiciliária na Relação de Ajuda em Serviço Social
Introdução, p. 109
Conceitos, objetivos e processo da relação de ajuda em Serviço Social, p. 109
A visita domiciliária como instrumento de intervenção do assistente social, p. 113
A construção da relação profissional na visita domiciliária, p. 116
Competências de comunicação na intervenção do assistente social, p. 119
Referências, p. 122
Capítulo 6, p. 125
Competências e Práticas Afirmativas dos Assistentes Sociais com Famílias e Pessoas Lésbicas, Cays,
Bissexuais e Transgénero (LGBT)
Introdução, p. 125
Famílias, pessoas LGBT e fatores de risco, p. 126
Internalização da LesbBiGayTransfobia, p. 128
Isolamento, saúde mental e abuso de substâncias, p. 129
Bullying, violência e vitimação, p. 130
Competências culturais para intervir na diversidade, p. 131
Práticas afirmativas do Serviço Social com famílias e pessoas LGBT, p. 132
Avaliação das atitudes profissionais do assistente social, p. 133
Criação de espaços e serviços sociais LGBT-friendly, p. 134
Utilização de linguagem inclusiva, p. 134
Intervenção social centrada na família, p. 135
Considerações finais, p. 137
Referências, p. 138
Capítulo 7, p. 141
A Intervenção Social com Crianças e Famílias por Acontecimento Adverso em Saúde
Breve introdução histórica do Serviço Social na Saúde, p. 141
Um olhar sobre a criança e a família, p. 145
Intervenção social e acontecimentos adversos em saúde, p. 148
Casos e notas técnicas, p. 151
Considerações finais, p. 159
Referências, p. 160

Capítulo 8, p. 163
Impacto da Violência Doméstica em Crianças e jovens
Introdução, p. 163
Violência doméstica: categorias e tipos, p. 163
Exposição à violência doméstica: estado da arte, p. 164
Fatores mediadores do impacto, p. 167
Crianças em perigo e em risco, p. 170
Objetivos e metodologia da pesquisa, p. 172
Apresentação de estudos de casos, p. 175
Viver com a violência, p. 176
Perceção da violência, p. 176
Perceção da necessidade de ajuda, p. 176
Impactos da violência, p. 176
Viver em transição, p. 177
Perceção sobre a denúncia, p. 177
Após a intervenção, p. 177
Perceção sobre a intervenção da CPCJ, p. 177
Perceção sobre o pai, p. 177
Perceção das reações cognitivas e emocionais, p. 178
Análise à escala SANI - “Isabel”, p. 178
Viver com a violência (com o abusador), p. 182
Perceção da violência, p. 182
Perceção das necessidades de ajuda, p. 183
Efeitos da violência, p. 183
Viver em transição, p. 184
Perceção sobre a denúncia, p. 184
Viver só com a mãe/viver sem o abusador, p. 185
Perceção sobre a intervenção da CPCJ, p. 185
Perceção sobre o pai, p. 185
Perceção das reações cognitivas e emocionais, p. 185
Análise à escala SANI - “Nuno”, p. 186
Análise à escala SANI - “Vasco”, p. 188
Considerações finais, p. 190
Referências, p. 192

Capítulo 9, p. 195

Mediação Familiar Pública: Um Campo de Intervenção para Assistentes Sociais com Formação em Mediação de
Conflitos na Família
Introdução, p. 195
Mediação familiar como meio de resolução alternativa de litígios na família em
casos de separação e de divórcio, p. 197
Breves notas sobre a sua origem histórica, aparecimento e funcionamento da
mediação em países ocidentais, p. 197
Mediação familiar: noção e principais características, p. 198
0 mediador como perito de resolução de conflitos na família, p. 199
Características profissionais e perfil, p. 199
Funções do mediador, p. 200
Formação em mediação familiar para assistentes sociais: um requisito para a sua
admissão e exercício no sistema público de mediação, p. 201
Sistema de Mediação Familiar (SMF) como espaço de ação profissional para
“assistentes sociais mediadores”, p. 203
Mediação familiar pública em Portugal: origem e enquadramento
jurídico-institucional, p. 203
SMF: alguns aspetos relacionados com a sua organização e funcionamento, p. 204
Considerações finais, p. 207
Referências, p. 208
Capítulo 10, p. 211
Serviço Social num Agrupamento de Escolas: O Olhar do Profissional de Serviço Social
Introdução, p. 211
Assistente social no âmbito do ser, saber e da acção, p. 212
0 profissional de Serviço Social, p. 213
Prática com famílias, p. 214
Ser profissional de Serviço Social num agrupamento de escolas TEIP, p. 215
Um agrupamento de escolas TEIP, p. 216
Um olhar sobre o Serviço Social com famílias, p. 218
Considerações finais, p. 222
Referências, p. 223
Capítulo 11, p. 225
Serviço Social com Famílias Imigrantes
Introdução, p. 225
Imigrantes: alguns dados para a reflexão, p. 225
0 Centro Padre Alves Correia (CEPAC): uma instituição de apoio aos imigrantes, p. 226
0 Serviço Social com famílias imigrantes: casos práticos, p. 227
Reflexões sobre o Serviço Social com famílias imigrantes, p. 232
Considerações finais, p. 236
Referências, p. 237

Capítulo 12, p. 239

Cuidados Familiares Prestados a Pessoas Idosas
Considerações finais, p. 294
Referências, p. 295
Capítulo 15, p. 299
Serviço Social e Intervenção Profissional com Famílias
Introdução, p. 299
A família contemporânea e a proteção social, p. 302
Política social e família: o campo contraditório da intervenção dos assistentes
Sociais, p. 304
Família e intervenção profissional, p. 307
Considerações finais, p. 310
Referências, p. 311
Capítulo 16, p. 315
O Serviço Social e as Famílias: Reflexão sobre a Realidade Brasileira
Introdução, p. 315
Família ou famílias, p. 317
Legislação: apontamentos, p. 321
Famílias e políticas sociais: a realidade actual, p. 324
Considerações finais, p. 327
Referências, p. 331
Índice Remissivo, p. 335

There are no comments for this item.

Log in to your account to post a comment.

Click on an image to view it in the image viewer